Lauro de Freitas
Crime
Violência
Divirta-se
Você repórter
Prefeitura de Lauro de Freitas reduz horários de atendimento de órgãos publicos
apertando o cinto
Prefeitura de Lauro de Freitas reduz horários de atendimento de órgãos publicos
Publicado em 16/10/12
Reportar erro

Uma surpresa um tanto quanto inesperada pela população laurofreitense surgiu de forma estranha na ultima semana após as eleições em nossa cidade. A Prefeitura de Lauro de Freitas através de um Decreto Oficial de numero 3564, reduziu os horários de funcionamento dos órgãos públicos que até então, atendiam até às 17hs e a partir do ultimo dia 10 de outubro, tem o ultimo horário ao publico por volta das 14hs.

De acordo com o Decreto assinado pela prefeita Moema Gramacho e pelo secretário de governo, Apio Vinagre, estão isentas das atuais modificações de horário os departamentos de saúde publica, infra estrutura, educação, atendimento a criança e ao adolescente e da Guarda Municipal que foram enquadradas em uma espécie de “horário especial”.

Na manhã desta terça-feira (16),a redação do Portal Lauro News entrou em contato com uma das secretarias que estaria inclusa nesta mudança de horários. A SESP, através de um dos seus secretários que não quis gravar entrevista afirmou assim como os seus colegas ”não ter certeza do que realmente deve acontecer nos próximos dias já que não só a Secretaria de Serviços Públicos (SESP) encontra-se nesta indecisão apenas esperando uma resposta da prefeita e sua equipe”, disse o funcionário.

Há quem alegue o fato de que o decréscimo no horário estaria prejudicando de forma direta e indireta para toda a população que terá que se habituar aos horários.

Leia o Decreto na integra.




Comentários
AVISO: Os comentários exibidos acima não representam a opinião deste site, a responsabilidade é do autor da mensagem. Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site.