Lauro de Freitas
Cidades
Ação social
Cultura
Juventude em alta
Secretaria de Trânsito e Transporte de Lauro de Freitas lança campanha educativa em prol da vida Secretaria de Trânsito e Transporte de Lauro de Freitas lança campanha educativa em prol da vida
Trânsito pela vida
Secretaria de Trânsito e Transporte de Lauro de Freitas lança campanha educativa em prol da vida
Publicado em 29/05/12
Reportar erro

DECOM

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte de Lauro de Freitas (SMTT) inicia a campanha “Mas a Vida Vale Mais”, visando conscientizar a população para os riscos ao volante. As ações educativas são reforçadas no momento em que os agentes da SMTT passam a multar os motoristas infratores, função antes restrita à Polícia Militar. “O objetivo maior da punição é salvar vidas. A multa é um meio para um fim maior: garantir a fluidez, a segurança e a acessibilidade” – explica o secretário da SMTT, Abraão Reis. A campanha conta com outdoors, faixas, panfletos, banners e spots para carro de som.

A gestão do trânsito em Lauro de Freitas foi municipalizada em 2010, mas a administração local se dedicou inicialmente à conscientização. Para o secretário, o poder de notificar vai facilitar o trabalho dos agentes que “eram afrontados por parte de alguns motoristas e agora terão mais autonomia”. O diretor da Divisão de Educação da SMTT, Elizur Soares, destacou o Fiscal Mirim como uma das principais estratégias de conscientização. A iniciativa, viabilizada em parceria com escolas, envolve os estudantes do município. As crianças recebem guias de autuação para “multar” simbolicamente os adultos. “Isto deu muito resultado. Os pais são obrigados a mudar de comportamento” – comemora Soares.

Para ele, a aplicação de multa pelos agentes da SMTT vai ajudar na educação dos infratores. “Infelizmente muitos só aprendem quando sentem no bolso”. O departamento realizou palestras em escolas das redes municipal, estadual e particular. Também realizou por volta de 100 blitz educativas, nas quais se verificou a diminuição das irregularidades no período de dois anos das ações. “Cerca de 80% dos carros que parávamos tinha alguma irregularidade. Hoje este número gira em torno de 40% e com as multas devem diminuir ainda mais”.

O secretário garante que, mesmo com a ampliação do poder dos agentes de trânsito, a SMTT continuará agindo em parceria com as polícias Militar e Rodoviária.



Comentários
AVISO: Os comentários exibidos acima não representam a opinião deste site, a responsabilidade é do autor da mensagem. Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site.