Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Ação Policial
Delegacia cumpre mandado de prisão preventiva para homem que foi preso com fuzil e documentos falsos
Imagem: Internet
Publicado em 24/11/2017

Nilton Andrade Cardoso e Celso Almeida de Andrade tiveram os mandados de prisão preventiva cumpridos por policiais do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), nesta quarta-feira (22), acusados de uma tentativa de roubo a um carro-forte na cidade de Conceição de Feira, em 8 de maio deste ano. Outros dois integrantes da quadrilha, Valdenir dos Anjos Martins e César Almeida de Carvalho, foram mortos em confronto com a Polícia Civil de Goiás, onde roubaram um carro-forte.

Segundo a Polícia Civil, Nilton foi preso quando esteve na sede do Draco, para registrar uma ocorrência, e não sabia que já possuía um mandado de prisão. O suspeito possui passagens na polícia por furto e receptação. Celso, por sua vez, está no sistema prisional desde 7 de julho, quando foi flagrado, também por investigadores do Draco, com um fuzil dentro de seu carro, na localidade de Ipitanga, em Lauro de Freitas. Na ocasião, foram apreendidos um fuzil AR 556, dois carregadores e 47 munições para o mesmo calibre, além de outros carregadores para 9mm e um para espingarda calibre 12 e usando documento falso e porte de arma de uso restrito.

Ainda de acordo com a PC, César, que é irmão de Celso, era cadeirante e apontado como líder do grupo. Segundo o delegado Paulo Roberto Guimarães, coordenador da divisão de Repressão Contra Crimes Contra Instituições Financeiras, do Draco, apesar de existirem comparsas que repassavam o armamento para o grupo, os executores já estão presos ou mortos.

O delegado explicou que as investigações ainda continuam, para que os fornecedores de armas também sejam presos.

Por: Lauro em Foco
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2017 © Todos os direitos reservados - 6 usuários online - Páginas visitadas hoje: 10772